Inicio

Artigos

Aulas

Cursos

Eventos

Em breve

Programas

Em breve

Podcasts

Em breve

Web Séries

Inicio

Artigos

Aulas

Cursos

Eventos

Em breve

Programas

Em breve

Podcasts

Em breve

Web Séries

article image

Mundo BANI: o que é esse conceito?

Conheça o termo de Jamais Cascio, antropólogo e futurista, que traz elementos-chave do momento atual em que vivemos no mundo — e qual a relação do conceito nos negócios.

Por Sabrina Bezerra

No final da década de 1980 surgiu o conceito Mundo VUCA. No começo, a metodologia — que significa Volatility (volatilidade), Uncertainty (incerteza), Complexity (complexidade) e Ambiguity (ambiguidade) — era usada pelo exército americano. Depois, diversas empresas passaram a adotar o termo para orientar na tomada de decisão em meio às mudanças rápidas e aceleradas pela tecnologia. Mas o Mundo Vuca (entenda mais aqui) — existente há anos — pode não funcionar na nova era em que vivemos, principalmente após a chegada da pandemia de coronavírus. É o que afirma o antropólogo Jamais Cascio. Segundo ele, um novo conceito tem ganhado espaço: o Mundo BANI. 

Quebra-cabeça, BANI

No Mundo BANI existe a fragilidade. Tudo pode mudar rapidamente -- e de forma drástica. É preciso sempre estar um passo à frente (Foto: Dimitri Otis via Getty Images)

Mas, afinal o que é Mundo BANI?

Para facilitar o entendimento, separamos por tópico. Cada letra do conceito tem um significado. Confira:


B - Brittle (Frágil)

Os últimos meses mostraram que o mundo é frágil. Tudo — até as atuais certezas — pode mudar de uma hora para a outra (seja uma nova economia, uma pandemia ou um concorrente: a lógica de mercado pode mudar a qualquer instante). Por isso, é importante sempre ter o chamado plano B (uma segunda opção) para escapar de mudanças drásticas. Em outras palavras, antecipar os possíveis problemas e ter soluções capazes de fazer o negócio continuar mesmo que esteja à beira do colapso.

A - Anxious (Ansiedade)

Uma das consequências de um mundo que está em constante mudança e (também) frágil, é a ansiedade. Por causa da falta de controle, o sentimento de insegurança e medo se fazem presente. “Um mundo ansioso é aquele em que estamos constantemente esperando que o próximo sapato caia. Ou, em um clichê mais moderno: onde todo dia apertamos F5 para atualizar as notícias e descobrir o próximo fato chocante”, diz Cascio. 

N - Nonlinear (Não-linearidade) 

Num mundo não-linear, as decisões pequenas ou grandes e as não decisões podem impactar ter consequências devastadoras. É preciso analisar com cuidado e adaptar-se o negócio às mudanças contemporâneas. Não faz mais sentido, por exemplo, fazer planejamentos de negócio de longo prazo.

I - Incomprehensible (Incompreensível)

Buscamos encontrar respostas para tudo. Por isso, muitas vezes, nos baseamos em respostas extraídas por dados. Mas nem sempre esse é o caminho correto. Já que, de acordo com Cascio, o comportamento das pessoas muda a todo instante. O que antes não fazia sentido para elas, talvez hoje faça. Esse método, por exemplo, “pode sobrecarregar nossa capacidade de entender o mundo, dificultando [ainda mais] a distinção entre ruído e sinal”, diz ele.

Quer saber mais sobre a nova gestão na era do imprevisível? Aproveite: assista à esta aula gratuita.