Inicio

Artigos

Aulas

Cursos

Eventos

Em breve

Programas

Em breve

Podcasts

Em breve

Web Séries

Inicio

Artigos

Aulas

Cursos

Eventos

Em breve

Programas

Em breve

Podcasts

Em breve

Web Séries

Meu Perfil

Sair

Notificações

Nenhuma notificação para mostrar

Favoritos

Nenhum item foi favoritado

article image

iFood: conheça a história de inovação e como a empresa virou um sucesso

Saiba como surgiu, a atuação e o modelo de gestão adotado pela empresa líder de entregas de alimentos da América Latina.

Por Belisa Frangione

A história do iFood

A jornada de sucesso do iFood começou em 2011 e longe do mundo digital. Com o nome de Disk Cook, tratava-se de um guia impresso de cardápios e o cliente fazia o pedido por meio de uma central telefônica. Já no ano seguinte, foram lançados o aplicativo e o site. 

A união entre alimentação e tecnologia chamou a atenção de investidores. O primeiro foi de US$ 3,1 milhões da Warehouse, mas foi a incorporação de outras startups que auxiliou na capilaridade regional no Brasil, além do reforço de mais funcionários e empreendedores para dentro da plataforma.

Uma das maiores fusões foi com o Restaurante Web, do Grupo Just Eat, que se tornou um dos principais acionistas do iFood junto à Movile. A Movile realizou o primeiro investimento no iFood em 2013, trazendo-a para seu portfólio de empresas.

Em 2014, o iFood adquiriu a startup do Vale do Silício SpoonRocket e começou a apostar em logística, um dos pilares de seu negócio. As aquisições continuaram em 2016, com foco na América Latina, e nos anos seguintes  – a exemplo da compra da mexicana Sindelantal, da Pedidos Já, Apetitar, entre outras.

Sede do iFood em SP (foto: divulgação/iFood)

O que o iFood faz?

O iFood é uma empresa brasileira que aproxima clientes, restaurantes e entregadores de forma simples e intuitiva. 
Em termos práticos, seu aplicativo permite pedir refeições ou efetuar compras de supermercados em estabelecimentos próximos, sem a necessidade de efetuar ligações telefônicas e com a opção de cadastrar um cartão de crédito para efetuar o pagamento diretamente no app.

Como o iFood inovou?

Pelas soluções que agregam conforto ao consumidor, agilidade aos estabelecimentos parceiros e oportunidades de negócio. O iFood implementou um modal de entregas inédito, através de bikes e patinetes elétricos, e disponibilizou pagamento por meio de QR Code via aplicativo.

Desde 2019, a empresa também passou a ser uma intermediadora, realizando o serviço de entrega para empresas que não desejam operar a sua própria logística. No mesmo ano, disponibilizou a função “PraRetirar”, em que os clientes podem fazer o pedido e retirá-lo diretamente nos restaurantes habilitados, com o objetivo de retirar a taxa de entrega e diminuir as potenciais filas nos locais.

Por que o iFood é case de sucesso?

O iFood tem equipes autônomas que trabalham para rapidamente construir e testar novas ideias. Essas equipes são chamadas de jet skis e são formadas por times multidisciplinares, de quatro a seis funcionários, de diferentes origens, incluindo líderes de unidades de negócios, gerentes de produto e uma equipe dedicada de engenheiros de software.

A companhia segue investindo em iniciativas de pagamento, logística (como em veículos elétricos) e inteligência artificial para se tornar mais eficiente a todos os seus clientes – entregadores, consumidores e restaurantes. Em 2018, a empresa se tornou um unicórnio, alcançando o valor de mercado de US$ 1 bilhão.

Sede do iFood em SP (foto: divulgação/iFood)

Como é a gestão no iFood?

Como toda grande empresa, o iFood possui um código de ética onde expõe sua missão, o procedimento para tomadas de decisões e sua cultura. 

A Cultura I’m a Lover do iFood é pautada pelos seguintes valores:

Inovação - Fome de disrupção, de inteligência artificial e de fazer diferente.

Meritocracia - Reconhecimento e valorização da carreira baseada em mérito, entrega e potencial. Sem vieses, nem favorecimentos.

All Together - Juntos, colaborando, com diversidade de pessoas e ideias.

Empreendedorismo - Agir como donos. Resolver problemas de forma simples e rápida.

Resultados - Ser pessoas obcecadas por resultados e buscar alta performance, com máxima excelência operacional.
Periodicamente treina seus colaboradores, principalmente a liderança. Informa ainda que em seus processos de seleção e contratação, focam apenas na experiência e aptidão pessoal.

A empresa prega que “se uma orientação, documento interno ou até mesmo um dos princípios do código de ética e conduta foi (ou está prestes a ser) violado, é nossa responsabilidade comunicar imediatamente a situação por meio do canal mais apropriado”. 

Além do time de Compliance, o iFood possui uma linha de atendimento 24 horas e mantém um site, o canaldeintegridade.com.br/ifood, que também funciona como um canal de denúncias. O colaborador consegue registrar a ocorrência por meio de um formulário.

O que o iFood pode te ensinar?

A empresa contornou o problema da inadimplência fornecendo um novo método de pagamento, direto pelo aplicativo, no qual o iFood já retira sua parte e realiza o repasse aos restaurantes.

Investiu em comunicação para afirmar que o delivery é seguro e reduziu a comissão em 20% para mais de 130 mil restaurantes no país. 

Para os entregadores que acreditarem estar com sintomas de Covid-19, o iFood paga um auxílio para ficar em casa. Os que são do grupo de risco já foram afastados, mas continuam recebendo remuneração.

Ficha

Nome: iFood

Ano de fundação: 2011

Setor: Delivery de Comida e Mercado 

Origem: Fundado em São Paulo pelos sócios Patrick Sigrist, Eduardo Baer, Guilherme Bonifácio e Felipe Fioravante, como um cardápio digital de nome Disk Cook e recebia pedidos por telefone

Valor de mercado: Superior a US$ 1 bilhão

CEO: Fabrício Bloisi

O "Tradicional" já não tem mais impacto. Conheça nosso programa de Formação Executiva xBA e construa um diferencial competitivo relevante para sua liderança, dominando os inovadores princípios de uma Gestão Exponencial aprendendo diretamente com experts internacionais do Vale do Silício, Brasil e Portugal, em um programa exclusivo e restrito em parceria com a Nova SBE Executive Education, uma das mais conceituadas Escolas de Negócios da Europa.