Inicio

Artigos

Aulas

Cursos

Eventos

Em breve

Programas

Em breve

Podcasts

Em breve

Web Séries

Inicio

Artigos

Aulas

Cursos

Eventos

Em breve

Programas

Em breve

Podcasts

Em breve

Web Séries

Meu Perfil

Sair

Notificações

Nenhuma notificação para mostrar

Favoritos

Nenhum item foi favoritado

article image

Como a inteligência artificial está tornando a saúde mais humana

A inteligência artificial está tornando os cuidados de saúde mais humanos. É o que indica uma pesquisa realizada pela MIT Technology Review Insights com mais de 900 profissionais do setor. De acordo com o levantamento, feito em parceria com a GE Healthcare, médicos estão usando a tecnologia para melhorar e automatizar análise de dados, aprimorar diagnósticos, otimizar o trabalho nos hospitais e gerenciar fluxos de trabalho.

Os entrevistados acreditam que a tecnologia representa uma extensão — e não extinção — de sua capacidade profissional na saúde. Mais de 80% daqueles que já implementaram a I.A ou planejam começar a usar a tecnologia acreditam que a ferramenta melhora a capacidade de gerar receita, recrutar talentos e ser competitivo no setor. Entre os entrevistados, 74% desenvolvem ou planejam desenvolver algoritmos de aplicativos de I.A. Além disso, 79% desejam aumentar o investimento na tecnologia nos próximos anos.

A pesquisa ainda indica que a inteligência artificial tem aumentado a eficiência operacional de instituições de saúde. “O gerenciamento de cronograma otimizado por I.A não apenas torna o dia do médico mais eficiente, como também cria oportunidade de ter um trabalho mais próximo aos pacientes”, destaca o estudo.

De acordo com o levantamento, a inteligência artificial já é usada, por exemplo, para otimizar tarefas administrativas, atualizar registros de saúde e fazer anotações. Ao todo, 45% dos entrevistados acreditam que a IA ajuda a otimizar o tempo em consultas e outros procedimentos. Dessa forma, os profissionais conseguem se dedicar mais aos pacientes. 

A tecnologia como aliada

Além do aumento de eficiência operacional, a inteligência artificial também está sendo usada em outros processos na saúde. Na China, pacientes são atendidos, diagnosticados e remediados em apenas um minuto. O sistema criado pela Ping An Good Doctor não possui funcionário e opera apenas com inteligência artificial alimentada por um banco de dados sobre mais de 2 mil doenças cadastradas.

Neste ano, a tecnologia também ajudou a prever a epidemia do coronavírus na China. A healthtech canadense BlueDot divulgou para sua base de clientes que um surto da doença estaria a caminho. A empresa usa técnicas de processamento de linguagem natural e machine learning para analisar uma base de dados com várias fontes.

 

O Planejamento Estratégico Tradicional se tornou um mecanismo "ingênuo" para acompanhar o ritmo da Nova Economia. Conheça o programa S4D - Strategy for Disruption e veja o inédito Planejamento Estratégico 4D StartSe, único no mundo e capaz de gerar Poder Competitivo e Adaptativo Real para seu negócio.