Em breve

Em breve

Em breve

Em breve

Em breve

Em breve

article image

Bezos, Musk, Branson: a exploração espacial por bilionários

Entenda como, 20 anos depois, empresas privadas estão tornando o turismo espacial uma realidade

Por Tainá Freitas

Richard Branson, Jeff Bezos e Elon Musk são três bilionários que estão investindo tempo e dinheiro em viagens espaciais. Eles estão comandando as empresas Virgin Galactic, Blue Origin e SpaceX, respectivamente. Desta lista, apenas Musk ainda não foi para o espaço.

Richard Branson fez seu primeiro voo espacial recentemente, no dia 11 de julho deste ano. Já Jeff Bezos viu a Terra “de cima” nesta terça-feira (20). Depois de cerca de 20 anos que as empresas foram criadas, os projetos estão começando a se tornar realidade.

 

Entenda o papel de cada empresa neste setor:

 

Virgin Galactic

Colin Bennet, Beth Moses, Sirisha Bandla e Richard Branson -- funcionários e passageiros da Virgin Galactic (foto: divulgação/Virgin Galactic)

Criada em 2004, a Virgin Galactic deseja iniciar voos espaciais comerciais em 2022 e realizar cerca de 400 viagens por ano. As passagens já estão sendo vendidas e vão de US$ 200 mil a US$ 250 mil. O objetivo da companhia é ser uma alternativa sólida para o turismo espacial.

 

Como foi a viagem?

Richard Branson e mais cinco pessoas (incluindo dois pilotos) participaram do primeiro voo comercial tripulado da Virgin Galactic. A VSS Unity foi para o espaço com todas as cadeiras ocupadas – e a viagem durou cerca de 20 minutos.

A VSS Unity é uma espaçonave com aparência semelhante a um avião – e é através deste mesmo veículo que ela é transportada a uma altitude de 80 km. Neste momento, a nave se separa e voa em velocidade supersônica (ultrapassando a velocidade do som, de 1.224 km/h). Depois, retorna à Terra planando.

 

E os negócios?

Do ponto de vista mercadológico, a Virgin Galactic se destaca por ser a única das três companhias a ter capital aberto. A empresa abriu capital em 2019 após fazer uma fusão com uma SPAC -- nós te explicamos tudo sobre este tipo de companhia aqui.

 

Blue Origin

Oliver Daemen, Jeff Bezos, Wally Funk e Mark Bezos: passageiros da Blue Origin (foto: Joe Raedler/Getty Images)

Fundada por Jeff Bezos em 2000, a Blue Origin é a mais antiga companhia de viagens espaciais criada por um bilionário. Os planos da empresa vão além do turismo espacial -- a Blue Origin deseja levar humanos à Lua.

De acordo com o fundador da Amazon, há mercados explorados na Terra que poderiam ter menos impacto se fossem na Lua, a exemplo da indústria.

 

Como foi a viagem?

Bezos foi para o espaço à bordo do New Shepard, uma aeronave espacial composta por uma cápsula e um foguete. Após três minutos do lançamento, a cápsula -- que é autônoma e capaz de transportar quatro pessoas -- é separada do foguete.

O foguete retornou separadamente à Terra após sete minutos de voo, enquanto a cápsula que levava os passageiros pousou com o auxílio de paraquedas. Além de Jeff Bezos, o voo da Blue Origin ao espaço levou seu irmão, Mark Bezos; a aviadora Wally Funk (que viajaria ao espaço em 1960, mas o treinamento para astronautas foi cancelado) e Oliver Daemen, o primeiro passageiro pagante da empresa.

 

E os negócios?

Jeff Bezos é, atualmente, o homem mais rico do mundo -- e tem investido parte de sua fortuna na Blue Origin. Há alguns anos, parte da venda de suas ações na Amazon está sendo direcionada para a companhia.

 

SpaceX

Elon Musk

Elon Musk em conferência da SpaceX (foto: Getty Images)

A SpaceX foi criada em 2002 para atender ao desejo de Elon Musk de colonizar Marte. O bilionário investiu na reutilização de peças de foguetes para tornar as viagens mais acessíveis. O Falcon I, foguete de estreia da companhia, foi o primeiro de uma companhia privada a atingir a órbita terrestre, em 2008.

Embora tenha construído diversos foguetes desde então, a companhia ainda não realizou voos tripulados com civis. Assim como aconteceu com a Blue Origin e Virgin Galactic, a previsão é que a SpaceX também dê este passo neste ano.

Já existem grandes planos para 2023: a companhia está trabalhando na Starship para levar pessoas até a Lua. O bilionário japonês Yusaku Maezawa comprou todos os ingressos para o primeiro voo.

 

E os negócios?

A SpaceX é avaliada em US$ 74 bilhões e é, atualmente, a terceira startup mais valiosa do mundo. A empresa fica atrás apenas da ByteDance -- criadora do TikTok -- e Stripe, fintech de pagamentos do Vale do Silício. A companhia possui mais de US$ 6 bilhões recebidos em investimentos.

O Planejamento Estratégico Tradicional se tornou um mecanismo "ingênuo" para acompanhar o ritmo da Nova Economia. Conheça o programa S4D - Strategy for Disruption e veja o inédito Planejamento Estratégico 4D StartSe, único no mundo e capaz de gerar Poder Competitivo e Adaptativo Real para seu negócio.

Ícone de um envelopeLogo StartSe

Receba nosso resumo diário com o que realmente importa!

Inovação e negócios em 5 minutos ou menos para que você não fique para trás

Carregando formulário...